© MMXVII Glauco Fonseca . Todos os direitos reservados.

Textos podem ser republicados mediante citação de autoria.

O que motiva Gilmar

May 8, 2017

 Já sabemos que o escritório de advocacia que presta serviços a José Dirceu emprega a esposa de Gilmar Mendes, Guiomar. A desculpa furada para que não tivesse havido o impedimento por parte do ministro no julgamento de Dirceu foi que sua esposa trabalhava na ala cível do escritório e não na repartição penal. Só no Brasil, só no STF. Nem precisamos explicar o evidente impedimento de Tóffoli...

 

Já tive também a oportunidade de expor a vaidade do ministro Gilmar, mesmo que este atributo faça parte de toda a corte suprema. Gilmar está francamente raivoso e escancaradamente enciumado de Sérgio Moro, que faz o que e ele jamais faria, por absoluta falta de adereços e capacidades. Gilmar jamais seria um Moro porque, para isto, teria de ter coragem, ser lúcido, inteligente, capaz e, acima de tudo, ser desligado das amizades que Gilmar tanto preza e que todos nós não engolimos.

 

Mas há outra grande motivação que excita Gilmar, levando-o a cometer as sandices e demências que nos oferece, cada dia com mais frequência: suas amizades no PSDB. Os tucanos não concebiam a hipótese de que a Operação Lava-jato poderia empertigar sua plumagem. Para piorar, os tucanos entraram pesado na Lava-jato, incluindo Aécio, Serra e Alckmin, dentre outros.

 

Eis o pânico!!!!

 

Lula será preso e o PT EXIGIRÁ uma “cota” substancial de contrapartidas. Lula não será preso sem que Aécio seja preso. Lula será preso junto com Renan, Jucá, Raupp, Eunício e outros. Se esta turma não for junto com Lula, ele também não irá. Eis o grande busílis. O convocado para tentar melar, portanto, TODA a Operação Lava-jato foi Gilmar Mendes, regimentando Tóffoli e Lewandowski como cúmplices.

 

Viram como o enredo é bem mais complexo do que se imagina? A prisão de Lula tem de ser evitada a todo custo, isto porque não será APENAS Lula que será preso e sim os grandes amigos de Gilmar Mendes. A política e o mundo do crime têm muito em comum. Manter alguns soltos é tão importante, para ambos, quanto prender outros.

 

Pobre Gilmar, nosso Atlas barrigudo, o anti-herói por convicção, um quase-Macunaíma dos tempos modernos. Triste figura.

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now